Serra da Lousã e a Produção de Mel

A Serra da Lousã constitui a extremidade sudoeste da Cordilheira Central e é caracterizada pela sua altitude (1204m), fortemente sulcada por uma rede ramificada de vales, paisagem típica de grande parte do relevo das Beiras, e declives abruptos no seu rebordo noroeste.
O seu ponto mais alto denomina-se Alto do Trevim. Toda a Serra é constituída por xistos – desde os argilosos, passando pelos mosquetados até aos grauvaques. Aparecem também pequenos afloramentos graníticos.
As características edafo-climáticas, a existência de uma área de flora melífera que dá origem ao tão apreciado mel de urze, a atracção das pessoas por tão nobre actividade, que vêm no contacto com as abelhas um motivo de descontracção, lazer e proximidade com a natureza, fazem da Serra da Lousã uma região com enorme potencial para o desenvolvimento da Apicultura.

Carrinho

0
image/svg+xml

Não tem produtos adicionados

Continue Shopping

Seleccione um ponto de entrega