ÁREA DE CLIENTES

Use um Login e Senha válidos para ter acesso à Área de Clientes

Registo | Recuperar Senha

Curiosidades

 
 

De acordo com uma lenda portuguesa, da região de Santarém, outrora existia, junto do rio Tejo, um reino verdejante e florido cujos habitantes eram lavradores e caçadores que amavam a Natureza. O seu rei, Gorgoris, recebeu dos deuses o segredo de fazer mel. Segundo a lenda foi Gorgoris quem ensinou esse segredo às abelhas. Por isso, era conhecido no seu reino e até em países longínquos pela alcunha de Melícola.

Os insectos foram os primeiros animais a voar. Fizeram-no, pela primeira vez há cerca de 300 milhões de anos. Leves batimentos de asas ter-lhes-ão permitido deslizar, a princípio, mas foram aperfeiçoando o voo à medida que aumentavam de tamanho.

Os antigos manuscritos Russos são como uma verdadeira enciclopédia da medicina popular através dos tempos. Diversas passagens são consagradas às virtudes curativas excepcionais do mel, encontrando-se ai mencionadas dezenas de remédios em que o mel figura em lugar destacado.

A velocidade das abelhas é de 17 km por hora.

O som produzido pelas abelhas chama-se zumbir.

Hipócrates na Grécia de 500 anos antes de Cristo, costumava prescrever mel para acalmar a ansiedade dos noivos antes do casamento, o que originou a expressão ´Lua-de-Mel´.

Nem todas as abelhas vivem em sociedade organizada. Nas espécies das chamadas abelhas solitárias, cada fêmea constrói o seu ninho, cuida dos seus ovos e procura e armazena alimentos.

Estima-se que existem mais de 20.000 espécies de abelhas em todo o mundo das quais só uma pequena fracção, cerca de 10%, é social.

A grande maioria das abelhas é de vida solitária, sem se associar a um único indivíduo da sua espécie durante a construção do ninho e produção de criação.

Entre as abelhas sociais existem espécies de rapina, especializadas em roubar o alimento de colónias de outras espécies, ameaçando inclusive a integridade da colónia.